Languages, other than English, are Not Available at this time, Check Back Soon!
English
Espanol


O QUE É UM GENE?
Genes são os mensageiros químicos da hereditariedade. São pacotes minúsculos, invisíveis, de informações bioquímicas (DNA) que instruem nosso corpo a se desenvolver e funcionar. Eles regulam cada um dos processos da vida. Todos nós herdamos dezenas de milhares de genes de nossos pais, organizados em 46 cromossomos. Os genes são ativados e inativados para controlar nosso crescimento, nossa química corporal e até mesmo a cor de nossos cabelos e olhos. A maioria dos genes funciona corretamente, porém alguns não. Às vezes, eles se alteram (mutam) e então podem funcionar mal ou não funcionar em absoluto. Mutações podem ser causadas por acidentes não explicados dentro de nossas células.

QUAL O ENVOLVIMENTO DA GENÉTICA NA INCONTINÊNCIA PIGMENTAR?

Cada um de nós possui 46 cromossomos em um conjunto de 23 pares em cada célula de nossos corpos, exceto nos óvulos e espermatozóides. Estes cromossomos têm tamanhos e formatos diferentes e contêm milhares de genes que atuam como uma "planta baixa" de como cada um de nós se desenvolve. Dois cromossomos determinam nosso sexo: os cromossomos X e Y. O sexo masculino recebe um cromossomo X de cada um dos pais (XX); o sexo masculino recebe um cromossomo X da mãe e um cromossomo Y do pai (XY).

Como indivíduos do sexo feminino têm duas cópias do cromossomo X e precisam de apenas uma cópia funcional para receber sua informação genética, eles "inativam" o X adicional em um processo denominado "inativação X". Indivíduos normais do sexo feminino inativam um cromossomo X em cada uma de suas células (geralmente, cerca de metade das células inativam o X da mãe e a outra metade o X do pai) em um padrão aleatório que as deixa com um X funcional na maioria das células.

Como indivíduos do sexo masculino não possuem uma cópia reserva do cromossomo X que poderia compensar um X defeituoso, mutações no cromossomo X com frequência são devastadoras em garotos.

A primeira hipótese que ajudou a limitar a busca foi baseada no fato que IP apenas é observada em garotas. Isto tornou provável que IP seja causada por uma mutação dominante associada ao cromossomo X que seria fatal em indivíduos do sexo masculino.

Estudos de mapeamento por exclusão limitaram a localização provável no cromossomo X a uma região denominada Xq28.

No caso do gene para IP, a mutação do gene NEMO afeta o feto de formas tão cruciais que garotos morrem antes ou logo após o nascimento e nunca têm a chance de desenvolver IP.

POR QUE É TÃO DIFÍCIL ENCONTRAR UM GENE?

Os 23 pares de cromossomos humanos carregam aproximadamente 100.000 genes. Encontrar um gene específico em um cromossomo - ou pior, o defeito escondido em um de seus milhões de ácidos nucléicos - sem algum tipo de pista quanto a sua localização é semelhante à proverbial procura por uma agulha em um palheiro.

Se alguém levasse um imã ao palheiro, conseguiria atrair pregos velhos, parafusos e outros refugos de metal, mas alguma hora conseguiria encontrar aquela agulha.

"Ligações" ou marcadores "markers" genéticos são segmentos de DNA herdados com o gene defeituoso de uma geração à outra.

Utilizando enzimas especiais que dividem o DNA em pontos conhecidos ao longo de seu comprimento, geneticistas são capazes de subdividir o material, sempre buscando um pedaço menor que ainda contenha o gene defeituoso.

É muito mais fácil mapear a localização de um gene defeituoso quando é possível comparar o DNA de muitos membros de uma família, estejam acometidos ou não, pois estes membros da família terão muitas sequências de DNA em comum e, portando, fornecerão marcadores genéticos.


Disclaimer

Languages, other than English, are Not Available at this time, Check Back Soon! Spanish